sexta-feira, 17 de junho de 2011

SIMPLES SENTIR, DIFÍCIL EXPLICAR!

Passei a noite procurando
O que é difícil de explicar
E tão simples de sentir
Quando eu posso dizer que
Falta o sol mas eu sinto
Falta a lua mas eu sinto
Falta o chão mas eu sinto
Falta o ar mas eu sinto
Falta as palavras mas eu sinto

A letra não sente, mas o coração lê
O que jamais quero esquecer
E quando for preciso,  vem, desfaz e refaz
Como precisa ser o que tão simples é


Achar palavras para uma indagação
Falar da realidade do meu coração
Da expressão do meu sorriso
Da verdade dos meus dias
Das exclamações das minhas emoções

É tão alto e consigo tocar
Tão pequeno que posso guardar
E no fim como explicar?


Olho para meus dias e tento expressar
O que era para ser tão simples
Ter dessa paz, satisfação e alegria
Mas nada teria razão ou sentido
Se o Teu perfeito amor Senhor, eu não tivesse conhecido

Jackeline Matos