quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

FAMÍLIA: O ENCONTRO DO AMOR!

Estamos muito felizes pois o número de pessoas para o nosso encontro quase que dobrou. E em consequência disso, estamos correndo também, com os aluguéis de todos os untensílios, para que o jantar seja maravilhoso. E o melhor de tudo, meu pai esta bem empolgado para ir conosco. Creio que estaremos juntos nessa noite, mais que especial.

Tem uma canção que diz "se isso não for amor tudo perde o valor", é esse amor que é descrito por Paulo em 1Cor 13, que queremos cantar, declarar sobre nossas vidas,em nossos lares, no dia 10 de dezembro.

Pois muitas vezes, nós, os seres humanos, conhecemos o amor apenas através de condições, e isso acontece até mesmo em meio a própria família, amamos quando... amamos se... amamos porque... mas o amor de Deus é esse amor incondicional. Ele não nos ama por causa de nossos valores ou méritos, Ele escolheu nos amar. É esta a realidade do amor do Senhor e só podemos conhecer toda extensão desse amor, toda profundidade, toda largura, toda altura, somente quando olhamos para a cruz, ao conteplarmos o cálvario, ao vermos ali a realidade do amor de Deus sendo encarnado, se dando, se oferecendo para que pudéssemos ter a vida eterna. Só a cruz, somente ela e somente através do sangue que foi derramado alí e que podemos experimentar toda realidade do amor de Deus. Ele escolheu nos amar, Ele escolheu nos amar, Ele escolheu nos amar de tal maneira que deu o seu Filho. Isto é que é o verdadeiro e eterno amor.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna. Esta é a realidade maior do amor de Deus. Ele Prova o Seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós sendo nós ainda pecadores." (Jo 3:16)

Se isso não for amor, o oceano secou, não há estrelas no céu, as andorinhas não voam mais.
Se isso não for amor, o céu não é real, tudo perde o valor, se isso não for amor!

Jackeline Matos