quarta-feira, 18 de julho de 2012

VENDO OS FRUTOS

Ontem ao conversar com minha mãe, estávamos falando sobre como é bom poder estar disposto em lançar sementinhas de amor em todo tempo. Comecei a relembrar e compartilhar com ela sobre os tempos maravilhosos em que vivi no meu emprego anterior, foi um tempo muito edificante para minha vida. Aprendi e cresci muito profissionalmente. Ali passei um tempo realmente precioso em que pude ver um grande mover de Deus. Eu não fiz esforço algum para falar, fazer ou ministrar algo para aquelas colegas e amigas de trabalho. Simplesmente um dia fizemos uma oração antes de começar as atividades de mais um dia de trabalho, no outro dia solicitaram para repetir, e no outro dia também queriam. Assim, enquanto estive ali, pude presenciar esse desejo que nascia a cada dia mais, naqueles corações. Então nossas manhãs começavam sempre com uma canção, uma palavra e também tinhamos um breve momento em que falávamos de nossos sentimentos, problemas e alegrias. Assim nossos dias ali, começavam cheios de paz e pela busca da presença do Senhor. E durante os intervalos e horário de almoço, sempre tinhamos momentos em que eu procurava ficar livre para ouvir e compartilhar com elas. Também tenho boas recordações das clientes maravilhosas que deixaram saudades, algumas passavam na loja só para levar uns mimos e conversar. Guardo com muito carinho todas as lembranças que recebi. Algum tempo atrás encontrei alguns nomes e pedidos escritos na minha velha agenda. Orei por todos novamente!

Certamente crescemos juntos, aprendemos muito, choramos, sorrimos, reclamamos, torcemos, pulamos, dançamos, encenamos nossos comportamentos diários (isso nos fazia ter uma visão mais clara de como éramos vistos uns pelos outros). Com nossa união, vencemos gincanas, e até treatro e doações fizemos em uma creche, (lembro bem desse dia, foi maravilhoso!). Hoje eu louvo a Deus, pois posso ver os frutos dessas sementes de amor,. Passaram meses e recebi notícias de vidas transformadas, passaram anos e recebo mais notícias de vidas maravilhadas com o que Deus é, e não somente por aquilo que Ele pode nos dar. As lágrimas são inevitáveis diante dessas sementes que germinaram, diante daquilo que o Senhor operou e continua a operar nesses corações. Que o Senhor continue abençoando, transformando esses vasos mais que preciosos!

Porque, como a terra produz os seus renovos, e como o jardim faz brotar o que nele se semeia, assim o Senhor Deus fará brotar a justiça e o louvor para todas as nações. (Isaías 61:11)


Deixo aqui algumas fotinhos de momentos que guardei em meus arquivos, e em meu coração... 

  Saudade de todos!

Jackeline Matos
"Para publicar com voz de louvor, e compartilhar todas as Tuas maravilhas. Salmos 26:7 "