sexta-feira, 1 de março de 2013

QUEM PODE REVOGAR SUA BENÇÃO?

"Então o SENHOR abriu os olhos de Balaão, e ele viu o anjo do SENHOR, que estava no caminho e a sua espada desembainhada na mão; pelo que inclinou a cabeça, e prostrou-se sobre a sua face.”(Números 22:31)

O rei dos amorreus chamado Balaque, temia ao povo de Israel, pelos seus feitos. Então resolve enviar mensageiros para chamarem Balaão, rogando à ele que viesse e amaldiçoasse aquele povo, pois eram mais poderosos que ele. Então declarava: “A quem Balaão abençoar será abençoado, e a quem ele amaldiçoar será amaldiçoado.”

Mas como pode alguém revogar a benção já ordenada pelo próprio Deus? Então Balaão disse: “Como amaldiçoarei o que Deus não amaldiçoa? (Números 23:8). Existe uma única pessoa que pode revogar a benção do Senhor, o próprio abençoado. Eu costumo dizer sempre ao meu esposo e até coloquei em uma das minhas assinaturas do e-mail, que: “O que Deus tem para nós, o mundo não pode roubar, mas temos o direito de querer ou não". Então o único que pode revogar a benção de Deus sobre as nossas vidas, somos nós mesmos.

Quando estava lendo o livro de números essa semana, achei lindo ao ver como Deus protege os seus. E assim comecei a imaginar aquela cena...Todo o povo de Israel encontravam-se lá em baixo acampados, e nem sabiam que em sua volta, lá por cima dos montes, escondidos, existiam pessoas montando seus altares e buscando a ordem para amaldiçoa-los, e assim obterem a vitória sobre aquele povo.

Como é bom saber que Deus é Deus e ele sabe! Como é bom poder confiar em seu amor, e saber que ele escolheu nos amar. Sendo assim, nada e ninguém pode mudar isso, a não ser nós mesmos!

Balaque tentou três vezes amaldiçoar Israel, levando Balaão avistar de diferentes lugares o acampamento. E ali então, queria que ele proferisse palavras, e amaldiçoasse aquele povo. Mas o próprio Deus colocou as palavras na boca de Balaão dizendo: “Levanta-te Balaque e ouça... “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria? Eis que recebi mandado de abençoar; pois Ele tem abençoado, e eu não o posso revogar.” (Números 23: 16-20)

Acredite, contra a vida dos ungidos e dos escolhidos do Senhor, não vale encantamento, nem adivinhação contra Israel; neste tempo se dirá de Jacó e de Israel: “Que coisas Deus tem realizado!” (Números 23: 23)

Eu sinceramente, fiquei maravilhada com essa história. Deus falou muito comigo. Vale a pena ler o livro de Números, ainda que muitos achem cansativo por relatar as quantidades das tribos, dos clãs, etc. Essa história, está mais precisamente nos capítulos 22 e 23.

Que Deus fale com você também, e abra os seus olhos para aquilo que não tens conseguido enxergar. Assim como ele abriu os de Balaão. Não perca tempo se debatendo, ou figuradamente espancando a jumenta, como fez Balaão, por não entender que Deus estava a sua frente impedindo de avançar (Números 22:23). Mas que você possa ver o que o Senhor deseja mover em sua vida.


Se for preciso, leia novamente as três primeiras linhas deste post, e ore ao Senhor neste momento. Diga ao Senhor que te ajude a não revogar a benção que é sua por herança!!!

Jackeline Matos