terça-feira, 25 de março de 2014

"Sem dúvida o Senhor lutava por Israel!"

Chega o momento em que o povo já não sabe mais porque não consegue vencer o inimigo, esse que nem é um gigante...

Aconteceu isso com o povo de Israel, vinham obtendo vitórias diante de seus inimigos, e isso foi sempre com o Senhor a sua frente, que os conduzia através de Moisés e depois por Josué. Eram temidos pelos povos, como a própria prostituta Raabe disse aos espias, que todos estavam apavorados com o Israel (povo de Deus), pois sabiam e ouviam quão grandes maravilhas que o Senhor Deus já havia operando em favor deles, desde a saída do Egito. (Josué 2:8-10)

Agora Israel tem a missão de conquistar a região de Ai, e os espiões chegam a dizer para Josué: "Não canse todo o exército, pois eles são poucos". E na realidade eram bem menor que o povo de Israel. Mesmo assim, os homens de Ai, puseram em fuga os Israelitas. (Josué 7:3-5)

Diante disso, diz a palavra, que o povo desanimou-se completamente. E é assim que ficamos, quando o inimigo (espiritual) parece prevalecer diante de algumas lutas. Não conseguimos entender, sendo que temos buscado o Senhor e até pedimos que Ele esteja a frente de nossas batalhas. E então, achamos que é hora de rasgarmos nossas vestes e clamarmos a Deus, como Josué e as autoridades de Israel fizeram. Veja o que o Senhor respondeu para Josué...
 

"Levante-se! Por que você está aí prostrado? Israel pecou. Violaram a aliança que eu lhes ordenei. Eles se apossaram de coisas consagradas, roubaram-nas, esconderam-nas, e as colocaram junto de seus bens. Por isso os israelitas não conseguem resistir aos inimigos." (Josué 7:10-12)

No decorrer dessa história, vemos que uma só pessoa, chamado Acã, cobiçou aquilo que era maldição de outros povos e se apossou, e ainda reteve aquilo que era consagrado ao Senhor. Ele trouxe maldição não somente para si, mas para todo o seu povo. Entendemos que essa não era a hora de clamar, mas sim de tomar posição, e analisar o que estava sendo cobiçado e retido.

Depois que o povo se livrou de Acã e daquilo que ele havia escondido em suas coisas, novamente viram o livramento do Senhor. Quando Josué exclamou ao Senhor, que o sol parasse e a lua se detivesse, a bíblia no capítulo 10 verso 14, diz que: "Nunca antes nem depois houve um dia como aquele, quando o Senhor atendeu a um homem." E ainda exclama: "Sem dúvida o Senhor lutava por Israel!"

Sem dúvida o Senhor está a frente de nossas lutas, se permitimos, é claro. Aprendo hoje que Ele é o que mais se interessa com a nossa vitória. Mas se algo der errado, ou quando parecer que não conseguimos vencer os gigantes, não podemos culpar a Deus, e esquecer que Ele é Santo, não se deixa enganar, e Nele não há sombra de variação, não há inconstância. Por isso não podemos esconder Dele, como Acã, nos apropriando daquilo que é consagrado ao Senhor. Assim como não podemos também, cobiçar e tomar posse daquilo que é maldição.

"Assim como é Santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem." (1 Pedro 1:15)

Deus luta por você, mas ouça o que Ele tem dito até hoje: "Vá, santifique o povo! Diga-lhes: Santifiquem-se para amanhã, pois assim diz o Senhor: Há coisas consagradas à destruição no meio de vocês. Vocês não conseguirão resistir aos seus inimigos enquanto não as retirarem."

Olhemos a nossa volta, livremo-nos das maldições, de tudo que não agrada ao Senhor. E de maneira alguma retenhamos aquilo que pertence a Ele. A
próxima luta certamente virá, e precisamos estar preparados.


Jackeline Matos
jackelinematos.blogspot.com.br

"Para publicar com voz de louvor, e compartilhar todas as Tuas maravilhas. Salmos 26:7 "
J