quinta-feira, 25 de agosto de 2016

E "SE" ?

Lembrando de situações que acontecem onde até amizades se desfazem por causa de um simples convite que não foi feito, me veio uma vontade de escrever sobre isso. Sei que o assunto é complicado, porém a autora desse compartilhar se esforça para que possamos lidar melhor com essas possíveis situações. (risos)

Organizar qualquer evento, seja ele grande ou pequeno é sempre trabalhoso, até o mais simples chá de panela ou um encontro entre amigas pode se tornar uma tarefa espinhosa na hora da lista de convidados.

Ao convidar, creio que o melhor critério é escolher quem gostamos de ter por perto, por exemplo: aquelas pessoas queridas, que gostamos de conversar, de receber um abraço e servir o melhor que podemos. Mas, verdade seja dita, não é sempre que o orçamento nos permite convidar todas elas!

E aí começa o corta aqui, estica ali, para selecionar quem vai. Na maioria das vezes, muita matemática não ajuda. E agora passo a entender o porque que alguns casais decidem realizar seus casamentos beeem longe, preferindo um lugar lindo, sem ter que se preocupar em ter as condições de convidar todos e não desagradar ninguém, mas se preocupando tão somente com a presença de Deus que é essencial. (Para mim, em qualquer festa ou celebração se Ele não é convidado, o pessoal que me conhece já sabe que não me sinto a vontade).

Vamos agora aos “se”…

Se alguma amiga foi convidada e você não, tente ficar feliz por ela. Encare com bom humor a situação, talvez não seja tão ruim assim ficar de fora… Você não gasta com presente, com cabelo, roupa… rs.

Se um dia acontecer de você ter convidado alguém para alguma coisa e depois não foi retribuído com um convite de volta, não fique magoada. Convidar é mais que uma retribuição de gentileza. Deve ter espontaneidade, afinidade e carinho.

Se isso ocorre entre amigas íntimas pode ficar chato, mas faça uma leitura simples. Além de ter motivos de orçamentos como por exemplo, também tem aqueles tempos em que “sua luz não tem como brilhar na minha treva momentânea”, releve, ore em silêncio, mas nada que justifique uma inimizade.

Se a família do seu namorado ou namorada, marido ou parente não o convidou para aquele jantar de família, não faça drama. Imagine se for uma família grande! Já pensou naquela regra: “se convidar um, terá que convidar todos”?

Para finalizar, por melhor que seja a festa, nunca se ofereça para ser convidado e, muito menos, vá de penetra, isso é muito feio!

Tem um convite sido recusado e nem por isso o dono da festa desistiu de te convidar (Mt 22.1-14). Deus tem convidado a todos para o evento mais importante de todos os tempos: as bodas do Seu Filho. Infelizmente, o convite tem sido recusado, ignorado e desprezado por muitos.

Quem é convidado é lembrado e honrado, não vale desculpas.


B: C. Cardoso.

Jackeline Matos

jackelinematos.blogspot.com.br


"Para publicar com voz de louvor, e compartilhar todas as Tuas maravilhas." Salmos 26:7