sexta-feira, 11 de agosto de 2017

@DanielaAraujo orando por você.

Um compartilhar meio às pressas, mas que senti em meu coração de escrever e publicar, quando vejo um momento de desespero que alcança a perda do controle físico, emocional e espiritual.

Sabe aquela situação que não é com a gente, nem com pessoas próximas, mas sentimos tanto? Que você vai dormir pensado e acorda pensando?

Ontem conversei muito com meu filho sobre esse caso e chegamos a conclusão que precisamos orar e entender as partes. A pessoa em evidência, a pessoa que divulga, as que atacam, as que julgam, as que amam e verdadeiramente se importam, as que queriam ajudar de alguma forma.

Vendo a situação da Daniela Araújo, sinto um imenso aperto no peito, pela vida dela, pelo estado que ela chegou, e resumindo, entendo que ela precisa de ajuda. O pior foi o fato de que seu namorado precisou chegar ao ponto de ter que divulgar e expor ela de tal maneira. Mas eu entendo que o desespero de perde-la, não somente ela como namorada, mas de perder ela para Deus, o deixou transtornado e cometeu a exposição (pelos motivos que não nos cabe julgar, pois só quem convive sabe).

Eu já me senti assim, completamente desorientada por pensar que poderia perder pessoas que amo demais dos caminhos de Deus, que estavam fazendo as piores escolhas, retrocedendo nos seus conceitos, arriscando no que poderia deixar sequelas ou não ter volta. E âs vezes acabamos cometendo excessos. Mas Deus conhece os corações e suas inteções, só temos que cuidar para aquilo que Jesus no diz: “Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é inevitável que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!” (Mateus 18:7)

Vamos orar pela Daniela e pelo Vitor, por suas famílias, sei o quanto suas vidas são importantes e o quanto devem estar sofrendo. Além da vida dela estar sendo prejudicada pelas escolhas erradas das “amizades” que destroem, agora também ele, seu ex-namorado sendo julgado e se expondo também com tal comportamento. Só sei que as coisas de Deus já não poderiam ser tratadas da maneira que seguia na vida dela e se tratando das coisas de Deus tudo viria a tona. Pois eu creio...  “Porque não há nada oculto que não venha a ser revelado, e nada escondido que não venha a ser conhecido e trazido à luz.” (Lucas 8:17)

Essa história me traz vários ensinamentos pessoais dos quais já vivi e errei muito para tentar resgatar vidas, mas traz também para todos nós cristãos, um alerta quanto ao mundo “gospel”, que está se tornando em idolatria. Justo nós povo de Deus? Que tanto tememos quando Deus nos alerta em relação a imagens e a reverenciar mortos, onde só Jesus é o intermediador entre Deus e os homens. Agora estamos nós, adorando a vivos? Dando esse respaldo para a fama gospel? Vemos prevalecer nos púlpitos com os holofotes e fumacinhas, o homem e suas emoções, e não mais a glória de Deus e Sua unção.

Jackeline Matos

#ParaCompartilhar